Reviravolta na mídia!

O Ricardo Jordão fez um comentário interessante sobre onde vai a mídia online, baseado numa pesquisa americana. O Brasil ainda não tem dados deste tipo, mas as conclusões que podemos ver são as seguintes:

1. Os fanáticos por videos on-line não são fanáticos por televisão.

2. Um fanático por videos on-line assiste 10 vezes mais videos do que um cara que gosta de assistir videos on-line.

3. O fanático por videos on-lne, na busca de material fresco, surfa em web sites obscuros, desconhecidos pela massa internetiana e quase piratas.

4. Todos os três tipos de audiência de videos on-line visitam o YouTube. 54% das pessoas que assistem videos on-line assistem no YouTube.

5. A turma que assiste videos on-line moderamente assiste nos sites das grandes mídias, como CBS e ABC, equivalente a Globo.com e Sbt.com.br

6. Aqueles que eventualmente assistem videos na web assistem muita televisão.

7. O usuário fanático por videos on-line tem entre 18 e 24 anos.

Um fato interessante, também segundo o Ricardo, é que a mídia online não está substituindo a mídia televisão. Está nascendo um novo público, talvez, inexplorado por aquela mídia. Então, se temos um novo público, e um nova mídia (a web, o celular), talvez a maneira e a forma do conteúdo distribuido por estes meios para este público também não sejam os mesmos.

Um exemplo interessante desta mudança é  programa feito para a web – o The 9, do Yahoo, apresentado pela Maria Sansone. Usa a midia TV via web, pra falar de novidades na web. O site/programa tem anunciantes de peso, como a Pepsi. Aqui no Brasil, este tipo de tendência deve começar a se repetir em breve. É só esperar.

0

Curtiu?

Então dá um clique no coração! 😎 Compartilhe também esse post em sua rede social preferida, deixe um comentário ali embaixo e assine a minha newsletter!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Deixe seu comentário!

Silvio Eberardo · 2020 © Todos os direitos reservados