Marketing Digital, onde eu compro isso?

Na última semana, duas pessoas me perguntaram justamente sobre este tema, que ainda é visto como algo complicado, que se esconde entre uma ciência oculta da internet e a magia. A maior complicação é que as pessoas já sabem mais ou menos do que se trata, mas não sabem bem, e nem por onde começar.

Não queria escrever também um tratado sobre o assunto (até por que já existe muito material bacana publicado) e nem deixar de citar pontos importantes.

No final deste artigo (para quem quiser aprofundar) coloquei vários materiais de referência, começando por dois artigos bem completos sobre o tema que vão ajudar a você analisar o que é ou não importante de ser feito pelo seu negócio.

O primeiro deles é do Neil Patel, que é uma autoridade mundial sobre o Marketing Digital, e que foi meu professor na pós. Ele diz que o Brasil tem um potencial enorme com o Marketing Digital, e é verdade. O segundo é um material BRILHANTE do pessoal da RockContent, uma empresa mineira muito bacana que ajuda as empresas na produção de conteúdo para Marketing de Conteúdo e Inbound Marketing.

Então vamos lá!

O que é Marketing e Marketing Digital?

O Marketing é o meio que as pessoas ou empresas utilizam para ajudar a conectar a demanda com a oferta de produtos. O Marketing Digital é a maneira de fazer isso utilizando recursos digitais, usando a internet.

Ao contrário do Marketing tradicional, onde era muito difícil ter dados para mensurar o retorno sobre as ações, no Marketing Digital os dados sobre as suas ações passam a estar disponíveis para análise. Com isso é possível mensurar e otimizar cada ação realizada (o que não é fácil também), onde antes os dados não estavam amplamente acessíveis.

Cada empresa ou pessoa poderá usar para o seu negócio um conjunto de estratégias que julgue melhor para atingir os seus objetivos. O principal ponto é ter os objetivos a serem atingidos cada vez mais claros, para poder mensurar se os mesmos estão sendo atingidos.

Quais as principais áreas de abrangência do Marketing Digital?

Antes de sair criando redes sociais, montando seu site e começar a fazer qualquer coisa na internet, é preciso tentar entender e estruturar as 3 grandes áreas de atuação do Marketing Digital:

  • Redes Sociais
  • Email Marketing
  • Conteúdo (Marketing de Conteúdo, SEO e Inbound Marketing)

Acima não estou listando todas as áreas possíveis, mas as que acredito que você deva ter atenção. Você não precisa atuar em todas as áreas, porém elas são extremamente complementares. Vamos explicar um pouco do que tratam estas áreas e como você deve ou não priorizar cada uma elas.

Redes Sociais

As redes sociais podem atuar como uma vitrine, como um canal de vendas, como um ponto de encontro e debate com o seu cliente, como um local de presença institucional, ou ainda como um canal de atendimento. Cada rede social tem um posicionamento mais forte com um certo tipo de público. No mercado B2C as redes sociais tem um papel muito importante, porém, no mercado B2B elas ajudam também a reforçar critérios sobre posicionamento e ofertas.

Além das postagens e do tráfego que você gera, muitas redes geral alternativas fáceis e interessantes para anunciar, por custos bem atraentes. Lembre-se, o sucesso da sua rede não deve ser medido somente pelo número de curtidas ou de seguidores (as chamadas métricas da vaidade) e sim – e principalmente – pelos resultados atingidos dentro dos objetivos traçados previamente (sejam eles de venda, comunicação ou relacionamento.

As principais redes sociais que você pode ter atenção são:

  • Facebook – A velha querida (e odiada rede) tem o seu encanto ainda para muitos segmentos de produtos, e é extremamente importante no B2C;
  • Instagram – A outra empresa do Facebook tem cada vez mais atraído seguidores agrupados por interesses e gera realmente fãs devotos da sua marca, se o trabalho for bem feito. É também focada principalmente para B2C;
  • Linkedin – A empresa comprada pela Microsoft é focada em conhecer as pessoas que estão no mercado de trabalho em todas as indústrias. Ela possui recursos e ferramentas extremamente poderosas. É muito forte em B2B.
  • Twitter – Esta rede social continua sendo relevante como um canal de comunicação e atendimento, seja B2B ou B2C – é pelo Twitter que as marcas podem trabalhar de maneira ágil e próxima aos seus clientes;
  • TikTok – Sim, se você nunca ouviu falar, essa rede chinesa é a rede mais acessada pelo público de 15-25 anos. Está em franca expansão e já está no seu primeiro bilhão de usuários. É focada em conteúdo baseado em vídeos, de todos os tipos.

Para decidir em qual (ou em quais) redes você e o seu negócio vão estar presentes, é preciso conhecer um pouco do mercado. Além disso você vai precisar de duas ferramentas importantes: uma para criar as publicações (recomendo fortemente o uso do Canva) e outra para gerenciar as publicações em si (recomendo o Buffer). Ambas gratuitas.

Email Marketing

Mesmo em tempos de spam, o email continua sendo muito importante para os seus resultados comerciais. Assim que você começar a criar uma base de clientes, precisará se relacionar com eles e gerar conteúdo (promoções, ofertas, descontos etc) para eles.

Além disso, pode gerar conteúdo para seus potenciais clientes também! Basta pedir que eles se inscrevam no seu site para receber mais informações sobre aquele conteúdo do qual você é especialista. Defina um tipo de conteúdo, um segmento de cliente e elabore uma rotina de comunicação para atingir este cliente.

Uma ferramenta bastante importante para gerar conteúdo por email é o Mailchimp. Ele serve para gerenciar a sua audiência e também para criar templates de email que podem ser enviados e rastreados.

Conteúdo

Este é um tema que eu pesquiso e escrevo já faz muito tempo. Assim que eu entendi que a internet estava indo para um modelo de Metadados (dados sobre os dados) e de XML (Conteúdo x Estrutura), entendi que internet iria passar a privilegiar o conteúdo de qualidade. A internet (leia-se Google) começaria a criar critérios para criar um ranking sobre que conteúdo é melhor do que o outro. É exatamente por isso que o conteúdo é extremamente relevante.

O conteúdo que você cria pode ser usado para criar relevância e autoridade, ou seja, ajudar a se posicionar como um especialista em algum assunto (em geral correlato com o seu negócio). Por conteúdo podemos entender tudo, desde vídeos até conteúdos publicados em redes digitais. Mas aqui especificamente estamos falando de conteúdos que não são estes dois citados anteriormente, e sim conteúdo propriamente dito.

O conteúdo gerado deve estar pronto para ser encontrado. Para isso, ele precisa ser formatado segundo uma série de critérios específicos para que os buscadores (leia-se Google, de novo) possam encontrar e posicionar. Para isso é preciso ter uma Estratégia de SEO/SEM. Veja lááá em baixo mais sobre SEO/SEM (search engine optimization / search engine marketing).

Todo conteúdo gerado (seja no seu site ou no seu blog – ou da empresa – serve para posicionar informações sobre você ou seu produto. Ou seja, o seu conteúdo é pensado para posicionar você ou o seu produto de forma clara. Essa é a função do Marketing de Conteúdo.

Quando criamos conteúdo para gerar atração, ou seja, para que as pessoas nos encontrem, estamos invertendo o processo de busca de clientes. Este processo se chama Inbound Marketing e os conteúdos podem ser publicados em blogs, landing pages ou ainda em e-books, por exemplo. E todos eles são direcionados para um perfil específico de cliente (persona) que está em um estágio específico do processo de compra (estágio ou etapa do funil de vendas). Os termos em itálicos são palavras chaves importantes se você quer se aprofundar neste tema.

Até encontrei alguns artigos antigos que ainda são bastante interessantes (se quiser dar uma olhada):

Conclusão

Realmente, Marketing Digital é um tema que é preciso se aprofundar. Para avançar um pouco mais sobre o tema, recomendo que você se dedique a estudar. Se você chegou até aqui, recomendo que você leia pelo menos um dos materiais de referência introdutória e que se anime a fazer um dos cursos.

Somente uma vez que você esteja familiarizado com os termos e conceitos de Marketing Digital é que você poderá estar bem preparado para fazer diferente do seu concorrente e gerar resultados de verdade. Muitas vezes vemos pessoas fazendo “qualquer coisa” na internet e chamando isso de Marketing Digital. No entanto, aquelas pessoas e empresas que efetivamente “dão certo” são aquelas que colocam objetivos claros e estão dispostas a se esforçar para atingi-los.

Se você for empreendedor e quiser saber mais sobre algumas das ferramentas citadas, e outras, recomendo dar uma olhadinha no meu e-book 5 Ferramentas essenciais para qualquer negócio. Ali cito algumas ferramentas que vão poder ajudar ao desenvolvimento do seu negócio.

Referências importantes:

4+

Curtiu?

Então dá um clique no coração! 😎 Compartilhe também esse post em sua rede social preferida, deixe um comentário ali embaixo e assine a minha newsletter!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Deixe seu comentário!

Silvio Eberardo · 2020 © Todos os direitos reservados