Finanças Pessoais na web, em busca do site perfeito!

02-19-pig_full_600Já tem muito tempo que eu queria arrumar uma solução pra controlar os gastos e tentar economizar um pouquinho no fim do mês, (pra ver se sobra dinheiro no fim do mês e não mês no fim do dinheiro) e então resolvi dar uma olhada rápida no que tem de interessante por aí.

Fiquei muito surpreso em ver que no mercado brasileiro existem um monte de ferramentas fazendo bonito, e ajudando muitas pessoas a economizar. Mas, qual delas atende a minha necessidade específica?

Como tive que parar pra olhar, resolvi compartilhar as minhas impressões aqui no blog, por que podem ser úteis para outras pessoas que estejam com os mesmos problemas. E acho, ainda, que é a primeira vez que aparecem estes 10 aplicativos dissecados numa mesma página da web! Vamos lá!

Necessidades

Bom, primeiro, eu queria muito que fosse uma ferramenta web, ou seja que eu possa usar de qualquer micro. isso facilita muito por que não preciso ligar aquela máquina específica pra acessar o programa ou ficar trocando arquivos de dados (como acontecia no tempo que eu usava o Microsoft Money).

Segundo, as necessidades funcionais. Eu acho que é muito importante ter uma visão ampla do dinheiro, ou seja, onde ele entra e sai e também uma visão detalhada, permitindo ver de onde vem e pra onde vai especificamente. o conceito de uso não é de ficar controlando o extrato do banco mas de saber pra onde vai o dinheiro. Por isso, importação de arquivos OCX/OCF é bacana, mas não o mais importante;

Em termos práticos, eu queria que que a ferramenta permitisse pelo menos:

  • Cadastrar tipos de despesas (centros de custo) – para que eu possa saber em que estou gastando o dinheiro;
  • Cadastrar contas – para que eu possa saber como estou pagando as contas (no cartão, no boleto, com bala juquinha, etc);
  • Relatórios decentes – ou seja, que eu possa extrair o maior número de informações dele, como por exemplo: quanto eu gasto em gasolina, quanto eu gasto no cartão XYZ, etc…

Critérios de avaliação

Em suma, deve ser uma aplicação decente, feita por quem quer fazer alguma coisa direito. Para isso deve:

  • Funcionar em qualquer navegador – Sendo web, ela tem que ser decente, ou seja, funcionar em qualquer browser, seja no Windows ou no Mac.
  • Deve ter uma versão paga ou ter rentabilidade – ué? É! Eu não quero colocar meus dados numa aplicação de curiosos que fizeram filantropia criando uma aplicação na web, mas que vão morrer daqui a pouco por que não vão ter fôlego (econômico ou de tempo) pra manter o software. os programas que tem uma versão paga ou que tem uma empresa claramente constituida por trás me parecem mais interessantes. Inclusive, se o software for pago, não tem problema.
  • Deve ter uma boa performance – Isso normalmente é encontrado no caso acima. Não adianta o cara ter um bilhão de asssinantes rodando na antiga máquina de games dele.
  • Deve ser uma aplicação sincera – Não prometa ser o que você não é, e não use a palavra “beta” como desculpa pra todas as coisas quevocê ainda não implementou.
  • Deve ser voltado para as necessidades de uma pessoa física – existem outras aplicações específicas para empresas, e não é o caso nesta avaliação.

Os candidatos

Nesta avaliação foram analisados os seguintes programas: Granatum, Manubia, OrganizzeSpesa e yupee. Todos eles se enquadravam no que estávamos procurando.

Não fizeram parte da avaliação os seguintes programas:

FinanceDesktop – Trata-se de uma aplicação que funciona no desktop, inclusive podendo rodar num drive USB. Parece ser bacana, com muitos recursos, mas não era o objeto que estávamos procurando.

gBolso – é um site bem interessante, com diversos recursos e funcionalidades para dispositivos móveis. Só não foi incluído na avaliação por que profissionalmente estive envolvido num projeto com a gBolso e não quis misturar as coisas aqui. Muito sucesso, Marcel!;

Planilha Financeira – uma das primeiras ferramentas que apareceram, só disponível para assinantes do Terra. Quando eu era assinante do Terra, era bem simpleszinho…

Sr.Dinheiro e Minhaseconomias – Ambos parecem ser aplicações bem interessantes e completas, mas apareceram no radar depois que a avaliação já estava fechada, uma pena.

A avaliação (do pior pro melhor)

Spesa – Sinceramente devo dizer que fico triste que o Spesa começe a lista no final, mas é verdade. O sistema é bacana pra quem está buscando uma coisa beeeem simples. É rápido e estável, recebeu indicações em várias revistas e sites renomados… mas… acho que ficou pra escanteio. O blog do spesa não é atualizado há quase um ano, e nada muda na ferramenta. Fico preocupado em usar o spesa esperando que ele se desenvolva e fique na mesma… Por isso que insisto que este tipo de programa tem que ter uma versão paga ou algum tipo de retorno pra quem faz… senão, está fadado a não evoluir.

yupee – O yupee me lembra muito o Spesa quando começou, e acho que tem tudo pra ser um programa bom, com pequenos ajustes. Acho que de vez em quando tem um ar de “nós vamos dominar o mundo” em algumas campanhas e artigos do blog. E que idéia é essa de não ter uma opção de cancelar a conta? O que me incomoda na verdade são os relatórios dele, muito fraquinhos. E tem uma série de campos que são usados na inserção de dados mas não são usados nos relatórios. Outra coisa chata é a performance no cadastramento de despesas. Quando você abre o campo Categorias, ele é muito lento pra ler esta informação…Mas o que dá mais medo mesmo é ver um programa bacana que tem tudo pra dar certo ir pro mesmo caminho do spesa. Poxa, ele não tem uma versão paga, como eles ganham dinheiro com isso?

Organizze – Este cara é muito bacana! Tem uma interface bem bonita, e é feito em Ruby on Rails (o que é bacana pros entusiastas, mas não faz diferença nenhuma pro público em geral). Ele também permite categorizar as despesas e tudo mais. O único pecado dele é também na parte de relatórios, que apesar de usar gráficos animados, poderia ser mais abrangente. Ele também não ajuda se você quiser controlar contas separadas. Mas, amadurecendo um poquinho, tem tudo pra ser uma ferramenta campeã!

Manubia – Este software era o meu favorito, mas por um detalhe muito bobo ele fica em segundo lugar: eu tenho que cadastrar na mão todas as contas que se repetem todos os meses. Ainda não está implementado um recurso como este, mas segundo eles, estão trabalhando. O pai da Manu e o pai da Bia (Manu-Bia) estão de parabéns por que a coisa tá muito bem montada, inclusive já existindo a opção de versão paga. A interface é show de bola também e além disso tem recursos como importação de arquivos e outras coisas. Tem futuro!

And the Oscar goes to…

Granatum – Este software realmente superou todas as minhas expectativas. Ele faz tudo o que é esperado de um software deste gênero, usando recursos web de maneira bem organizada e clara na interface. Controla várias contas, e permite classificar as despesas seja por categoria ou conta de pagamento.

print_listagem

Além disso, eles estão sempre ouvindo feedback dos usuários através de uma simpática interface de feedback, que também comunica as novidades que estão sendo implementadas no sistema. Existe uma versão Pessoal (gratuita) e uma versão Empresarial que parece ser muito completa para pequenas empresa, incluindo coisas como cadastro de clientes e fornecedores, fluxo de caixa, etc. Apesar de ser uma ferramenta simples, acho que atende a maioria das necessidades básicas de qualquer pessoa. Parabéns pessoal da WebGoal!

Espero que as dicas e os comentários possam ajudar a quem procura uma ferramenta deste tipo.

Silvio Eberardo

0

Curtiu?

Então dá um clique no coração! 😎 Compartilhe também esse post em sua rede social preferida, deixe um comentário ali embaixo e assine a minha newsletter!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

10 comentários em “Finanças Pessoais na web, em busca do site perfeito!”

Deixe seu comentário!

Silvio Eberardo · 2020 © Todos os direitos reservados